Bem Vindo

sexta-feira, 6 de outubro de 2017

COLÔNIA AGRÍCOLA MAJOR CÉSAR - CRIANÇA DE 13 ANOS DORME NA CELA COM ESTRUPADOR. CHILD ABUSE SEXUAL.



A Polícia Civil trabalha com hipótese de aliciamento no caso do garoto de 13 anos deixado na Colônia Agrícola Major César . O pai do menino revelou que o preso  - que ficou na cela com seu filho - ajuda a família. A Polícia investiga se o detento prometia presentes para os filhos do casal. 
Em depoimento, o menino disse já ter dormido no presídio anteriormente. Ele passou quase 16 horas dentro do local, que tem capacidade para 290 detentos, mas abriga 380.
O garoto foi levado ao presídio pelo próprio pai que negou ter recebido recompensa financeira para deixar o filho com o preso na cela. Ele disse que o detento - José Ribamar Pereira Lima, 65 anos - é seu "compadre" e que não viu nenhum perigo em deixá-lo lá.
Segundo policiais, o pai do garoto disse que o preso ajuda a família e às vezes dá presentes para os filhos. Questionado pela reportagem, o pai só confirmou receber a ajuda na alimentação. "Ele [o preso] dá algumas coisas para a gente comprar arroz, feijão."
COLEGA DE PRISÃO
"Foi o menino que pediu para ficar com ele [o preso]. Eu deixei porque no outro dia ia trabalhar lá [no presídio]. Não sabia que ia dar o BO. Eu não sabia que ele era estuprador, ele me enganou e me disse que tinha apenas matado a mulher", afirmou o pai do menino deixado na cela.
Já a mãe do garoto disse à polícia que o filho ficou no presídio sem sua autorização.
O detento Pereira Lima negou que tenha abusado do menino de 13 anos, mas não quis dar mais detalhes.
Na delegacia, o pai do garoto disse que conheceu o preso há dois anos, quando foi condenado a dez anos por estupro de vulnerável e cumpriu a pena em regime semiaberto. Os dois dividiram a mesma cela na colônia penal e, há seis meses, o pai ficou livre.
"Vim visitar meu compadre, trabalhávamos na plantação de feijão, melancia e produção de carvão", disse.
Após deixar o filho no presídio e retornar à cadeia no dia seguinte, o casal recebeu ordem de prisão e foi levado para a central de flagrantes de Teresina. Após depoimento, foram liberados. A criança continua com os pais.
Laudo de exame deu resultado negativo para estupro do menino, mas o delegado Jarbas Lopes de Araújo Lima, que investiga o crime, disse não descartar que o garoto tenha sofrido abuso sexual. "Não está descartada a prostituição infantil e vai depender do depoimento do menor, dos pais e do detento."
A polícia abriu inquérito e ouviu nesta terça (3) o garoto, os pais e o preso. Segundo o delegado, ao menos dois crimes já estão configurados: abandono de incapaz e ato vexatório contra a vítima.
A Secretaria de Justiça do Piauí abriu sindicância para investigar o caso. A investigação, que deve ser concluída em 30 dias, vai apurar em que circunstâncias a criança foi deixada na unidade e apontar responsáveis pelo ocorrido.
NOÇÃO DE GRAVIDADE
O garoto disse ao Conselho Tutelar que ficou no presídio porque o pai pediu. O menino prestou depoimento a um grupo composto por conselheiro, psicólogo e assistente social.
"Ele relatou que não foi abusado e que, quando o pai estava preso, ele dormiu também no presídio junto com sua mãe", disse o conselheiro Romeu Santos Araújo.
O garoto e os pais moram em Mucuim, zona rural de Teresina. O conselheiro informou que o garoto não estava visivelmente abalado "por não ter noção da gravidade".

fonte:https://cidadeverde.com/noticias/257538/estuprador-ajuda-familia-de-menino-deixado-com-ele-em-cela-na-major-cesar

OUTUBRO NEGRO - CRIANÇAS MORREM QUEIMADAS EM CRECHE EM JANAÚBA NORTE MINAS GERAIS - NÃO CONFIEM EM NINGUÊM.


Chega a cinco o número de crianças mortas na tragédia em Janaúba, no Norte de Minas, provocada pelo vigia Damião Soares dos Santos, do centro infantil Gente Inocente, que ateou fogo em várias crianças, funcionários e ao próprio corpo. A professora Helley Abreu Batista, de 43, também morreu nesta noite.
Além dos três meninos e uma menina que haviam falecido ainda no local, Renan Nicolas dos Santos Silva, de 6 anos, que estava com 90% do corpo queimado também não resistiu às queimaduras e morreu a caminho de Belo Horizonte, quando era transferido de helicóptero para o Hospital de Pronto-socorro XXIII. Na noite dessa quinta-feira, as autoridades chegaram a informar sobre a morte de uma outra criança, Cecília Davina Gonçalves Dias, de 4 anos, que teve 80% do corpo atingido pelas chamas. Mas, na manhã desta sexta-feira, a Polícia Militar esclareceu que houve um erro de avaliação médica. Segundo a nota, 'a menina, que estava em parada cardíaca, foir reanimada após sucessivas manobras de reanimação cardiopulmonar'.

A tragédia resultou ainda na morte Luiz David Ferreira, Ana Clara Ferreira da Silva, Ruan Miguel Santos Silva, Juan Pablo Cruz dos Santos, todos de quatro anos. O autor do crime Damião Soares dos Santos, de 50, faleceu no Hospital Regional de Janaúba. O ataque aconteceu na manhã desta quinta-feira.

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Janaúba, Damião chegou à creche com uma mochila rosa nas costas. Ao tocar a campainha, funcionários teriam achado estranho a presença do vigia fora do horário de trabalho, mas ele teria dito que iria entregar um atestado médico à direção da unidade.

Ainda segundo a assessoria, Damião levava na bolsa um líquido inflamável, possivelmente álcool ou gasolina, que usou para atear fogo no próprio corpo. Funcionários informaram ainda que ele abraçou crianças que também começaram a ter os corpos incendiados. A sala onde os alunos estavam tem grades na janela e teto de PVC, uma espécie de material plástico, também inflamável.

Crime premeditado


Os primeiros levantamentos da Polícia Civil para tentar desvendar o ataque contra a creche Gente Inocente, em Janaúba, na Região Norte de Minas Gerais, nesta quinta-feira, mostram que o crime foi premeditado. Galões de combustíveis foram encontrados na casa do vigia Damião Soares dos Santos, de 50 anos. Segundo a corporação, era portador de doenças mentais e obcecado por crianças. Ele também pode ter escolhido a data, pois o pai do funcionário morreu exatamente há três anos. Por isso, avisou aos familiares que ''daria um presenta a todos, se matando em breve''.
fonte:https://www.em.com.br/app/noticia/gerais/2017/10/05/interna_gerais,906482/mais-uma-crianca-e-professora-morrem-vitimas-chegam-a-7.shtml 



quarta-feira, 4 de outubro de 2017

BEN&JERRY'S EM FORTALEZA - SORVETE GRÁTIS NA INAUGURAÇÃO - RUN - ENTRE 14H E 20H.



Fortaleza terá uma loja da sorveteria Ben&Jerry’s a partir da próxima semana. A segunda-feira, 9, irá marcar a chegada da marca à Capital, que terá endereço no shopping Iguatemi. Na inauguração, a loja irá oferecer sorvetes gratuitos aos clientes, entre 14h e 20 horas. O público poderá pegar uma bola de qualquer sabor e repetir quantas vezes quiser. A Ben&Jerry’s é uma famosa rede de sorvetes, iogurtes e bolos, presente em 27 países pelo mundo. Ao Brasil, a sorveteria chegou em 2014, na cidade de São Paulo, e já possui sede em diversas cidades, como Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília e Recife. A ação de inauguração com sorvetes de graça já aconteceu em outras cidades pelo País.





CAGECE 115 VAGAS CURSOS PROFISSIONALIZANTES - NOVEMBRO 2017




A Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) oferta neste mês de novembro 115 vagas para cursos profissionalizantes gratuitos em Fortaleza. As vagas estão divididas em quatro modalidades de capacitação: atendimento ao cliente (35 vagas), excel avançado (25 vagas) e técnicas de negociação e vendas (30 vagas).
De acordo com a administração da Cagece para se candidatar, os interessados devem retirar uma carta de encaminhamento em uma das unidades do Sistema Nacional de Emprego (Sine), até o dia 20 de outubro.
As matrículas acontecem no dia 21 de outubro, de 8 às 11 horas, na sede da companhia, no bairro Vila União. O atendimento será por ordem de chegada. Para se matricular é necessário estar com a carta de encaminhamento em mãos, ter idade mínima de 16 anos e apresentar os seguintes documentos: certificado de conclusão do ensino fundamental, identidade, Cadastro de Pessoa Física (CPF), e comprovante de residência.
Para alunos que já realizaram curso na companhia e buscam nova oportunidade de capacitação, basta apresentar o certificado de participação em curso realizado anteriormente pela Cagece. Todas as aulas acontecem na própria sede da Cagece (avenida Dr. Lauro Vieira Chaves, 1030 – Vila União).
Serviço:
Curso: Técnicas de negociação e vendas (30 vagas)
Período: 20 a 30 de novembro de 2017
Horário: Segunda a sexta, de 17h20min às 20h20min. Aos sábados, de 8 às 12 horas
Curso: Atendimento ao cliente (35 vagas)
Período: 06 a 13 de novembro de 2017
Horário: Segunda a sexta-feira, de 17h30min às 21h30min
Curso: Excel avançado (25 vagas)
Período: 06 a 17 de novembro de 2017
Horário: Segunda a sexta, de 17 horas ás 20h15min. Sábado e domingo, de 8 às 12 horas
Curso: Hardware (25 vagas)
Período: 30 de outubro a 30 de novembro de 2017
Horário: Segunda a sexta, de 17h15min às 19h15min. Sábado e domingo, de 8 às 12 horas 

Confira os endereços dos Sines
Aldeota
Av Santos Dumont, 5015 - Aldeota
Tel: 3101.1660
Vapt Vupt Antônio Bezerra
Av. Demétrio de Menezes, 3750
Telefone: (85) 3101.2743
Centro
Rua Assunção, 699 - Centro
Tel: 3101.2775
Vapt Vupt Messejana
Rua Jornalista Tomaz Coelho, 408
Telefone: (85) 3101.2138
Parangaba
Av João Pessoa, 6239 - Parangaba

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Um garoto de 12 anos foi encontrado embaixo da cama em uma das celas da Penitenciária Agrícola Major César Oliveira, em Teresina (PI).CHILD SEXUAL ABUSE. QUE PAIS É ESSE.







Um garoto de 12 anos foi encontrado embaixo da cama em uma das celas da Penitenciária Agrícola Major César Oliveira, em Teresina (PI). Segundo Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí (Sinpoljuspi), os agentes suspeitaram de uma ação dos detentos e foram verificar o prédio da unidade prisional quando encontraram o menino.

Ainda de acordo com Sinpoljuspi, o detento, que foi preso pelo crime de estupro, teria deitado com o adolescente e tocado em suas partes íntimas. “Conforme informações que recebemos, a própria família deixava a criança lá para ser abusada por esse outro indivíduo por questões financeiras”, afirmou José Roberto, presidente do sindicato, ao jornal Meio Norte.
fonte:https://www.metropoles.com/brasil/garoto-de-12-anos-e-encontrado-em-cela-de-estuprador-no-piaui

segunda-feira, 2 de outubro de 2017

BITCOIN A MOEDA DIGITAL - DINHEIRO ELETRÔNICO SEGURO.




Pela primeira vez desde o advento do cartão de crédito, na década de 1960, temos uma tecnologia que moderniza radicalmente o dinheiro. A moeda digital bitcoin e sua rede de compensação são de código aberto, móvel, peer-to-peer (P2P), protegida por criptografia, com foco em privacidade e nativas da internet.


O Dinheiro Eletrônico, ou Moeda Digital, é um dos instrumentos utilizados em transações que não utilizam papel-moeda. Ao invés disso, um valor monetário é eletronicamente creditado ou debitado. Muitas vezes, o Dinheiro Eletrônico é a forma de pagamento utilizado para transações de e-commerce, facilitando o comércio entre diferentes países.

O Dinheiro Eletrônico é, na maioria dos casos, equivalente ao papel-moeda e é trocado pelos bens e serviços que o indivíduo deseja adquirir. E permite criar correntes de comércio entre indivíduos e empresas de todos os cantos do globo.
Ele pode permitir que um freelancer no Brasil seja pago por um contratante no Canadá. Isto é possível devido ao sistema de troca monetária do Dinheiro Eletrônico. O valor do dinheiro é creditado para alguém em qualquer localidade.

Para ilustrar, estas são algumas das áreas em que a tecnologia bitcoin pode competir diretamente com a infraestrutura existente:
  • Mercado anual de remessas: US$ 514 bilhões
  • Mercado anual de e-­commerce: US$ 1 trilhão
  • Mercado anual de pagamentos eletrônicos: US$ 2 trilhões
  • Mercado de fundos de hedge: US$ 2,3 trilhões
  • Mercado de curto prazo: US$ 4,5 trilhões
  • Mercado de ouro: US$ 7 trilhões
  • Mercado de depósitos offshore: US$ 16,7 trilhões ­
De fato, o seu potencial como “dinheiro na nuvem” e “ouro 2.0” fez do bitcoin o setor com o mais rápido crescimento nos investimentos em startups em todo o mundo. Investimentos em startups desse ecossistema ultrapassaram o total de US$ 1 bilhão, e o valor de mercado do bitcoin explodiu de US$ 1,4 milhão em 2011 para US$ 16 bilhões no início deste ano.
Trata­-se de um ativo anti­cíclico, com uma excelente relação risco x retorno, que se alocado de forma inteligente será um importante vetor de rentabilidade e hedge contra investimentos mais ortodoxos.


Leia mais em: https://verios.com.br/blog/bitcoin-a-moeda-digital-que-veio-para-ficar/
Para ilustrar, estas são algumas das áreas em que a tecnologia bitcoin pode competir diretamente com a infraestrutura existente:
  • Mercado anual de remessas: US$ 514 bilhões
  • Mercado anual de e-­commerce: US$ 1 trilhão
  • Mercado anual de pagamentos eletrônicos: US$ 2 trilhões
  • Mercado de fundos de hedge: US$ 2,3 trilhões
  • Mercado de curto prazo: US$ 4,5 trilhões
  • Mercado de ouro: US$ 7 trilhões
  • Mercado de depósitos offshore: US$ 16,7 trilhões ­
De fato, o seu potencial como “dinheiro na nuvem” e “ouro 2.0” fez do bitcoin o setor com o mais rápido crescimento nos investimentos em startups em todo o mundo. Investimentos em startups desse ecossistema ultrapassaram o total de US$ 1 bilhão, e o valor de mercado do bitcoin explodiu de US$ 1,4 milhão em 2011 para US$ 16 bilhões no início deste ano.
Trata­-se de um ativo anti­cíclico, com uma excelente relação risco x retorno, que se alocado de forma inteligente será um importante vetor de rentabilidade e hedge contra investimentos mais ortodoxos.


Leia mais em: https://verios.com.br/blog/bitcoin-a-moeda-digital-que-veio-para-ficar/
Para ilustrar, estas são algumas das áreas em que a tecnologia bitcoin pode competir diretamente com a infraestrutura existente:
  • Mercado anual de remessas: US$ 514 bilhões
  • Mercado anual de e-­commerce: US$ 1 trilhão
  • Mercado anual de pagamentos eletrônicos: US$ 2 trilhões
  • Mercado de fundos de hedge: US$ 2,3 trilhões
  • Mercado de curto prazo: US$ 4,5 trilhões
  • Mercado de ouro: US$ 7 trilhões
  • Mercado de depósitos offshore: US$ 16,7 trilhões ­
De fato, o seu potencial como “dinheiro na nuvem” e “ouro 2.0” fez do bitcoin o setor com o mais rápido crescimento nos investimentos em startups em todo o mundo. Investimentos em startups desse ecossistema ultrapassaram o total de US$ 1 bilhão, e o valor de mercado do bitcoin explodiu de US$ 1,4 milhão em 2011 para US$ 16 bilhões no início deste ano.
Trata­-se de um ativo anti­cíclico, com uma excelente relação risco x retorno, que se alocado de forma inteligente será um importante vetor de rentabilidade e hedge contra investimentos mais ortodoxos.


Leia mais em: https://verios.com.br/blog/bitcoin-a-moeda-digital-que-veio-para-ficar/
Para ilustrar, estas são algumas das áreas em que a tecnologia bitcoin pode competir diretamente com a infraestrutura existente:
  • Mercado anual de remessas: US$ 514 bilhões
  • Mercado anual de e-­commerce: US$ 1 trilhão
  • Mercado anual de pagamentos eletrônicos: US$ 2 trilhões
  • Mercado de fundos de hedge: US$ 2,3 trilhões
  • Mercado de curto prazo: US$ 4,5 trilhões
  • Mercado de ouro: US$ 7 trilhões
  • Mercado de depósitos offshore: US$ 16,7 trilhões ­
De fato, o seu potencial como “dinheiro na nuvem” e “ouro 2.0” fez do bitcoin o setor com o mais rápido crescimento nos investimentos em startups em todo o mundo. Investimentos em startups desse ecossistema ultrapassaram o total de US$ 1 bilhão, e o valor de mercado do bitcoin explodiu de US$ 1,4 milhão em 2011 para US$ 16 bilhões no início deste ano.
Trata­-se de um ativo anti­cíclico, com uma excelente relação risco x retorno, que se alocado de forma inteligente será um importante vetor de rentabilidade e hedge contra investimentos mais ortodoxos.


Leia mais em: https://verios.com.br/blog/bitcoin-a-moeda-digital-que-veio-para-ficar/
Para ilustrar, estas são algumas das áreas em que a tecnologia bitcoin pode competir diretamente com a infraestrutura existente:
  • Mercado anual de remessas: US$ 514 bilhões
  • Mercado anual de e-­commerce: US$ 1 trilhão
  • Mercado anual de pagamentos eletrônicos: US$ 2 trilhões
  • Mercado de fundos de hedge: US$ 2,3 trilhões
  • Mercado de curto prazo: US$ 4,5 trilhões
  • Mercado de ouro: US$ 7 trilhões
  • Mercado de depósitos offshore: US$ 16,7 trilhões ­
De fato, o seu potencial como “dinheiro na nuvem” e “ouro 2.0” fez do bitcoin o setor com o mais rápido crescimento nos investimentos em startups em todo o mundo. Investimentos em startups desse ecossistema ultrapassaram o total de US$ 1 bilhão, e o valor de mercado do bitcoin explodiu de US$ 1,4 milhão em 2011 para US$ 16 bilhões no início deste ano.
Trata­-se de um ativo anti­cíclico, com uma excelente relação risco x retorno, que se alocado de forma inteligente será um importante vetor de rentabilidade e hedge contra investimentos mais ortodoxos.


Leia mais em: https://verios.com.br/blog/bitcoin-a-moeda-digital-que-veio-para-ficar/

Para ilustrar, estas são algumas das áreas em que a tecnologia bitcoin pode competir diretamente com a infraestrutura existente:
  • Mercado anual de remessas: US$ 514 bilhões
  • Mercado anual de e-­commerce: US$ 1 trilhão
  • Mercado anual de pagamentos eletrônicos: US$ 2 trilhões
  • Mercado de fundos de hedge: US$ 2,3 trilhões
  • Mercado de curto prazo: US$ 4,5 trilhões
  • Mercado de ouro: US$ 7 trilhões
  • Mercado de depósitos offshore: US$ 16,7 trilhões ­
De fato, o seu potencial como “dinheiro na nuvem” e “ouro 2.0” fez do bitcoin o setor com o mais rápido crescimento nos investimentos em startups em todo o mundo. Investimentos em startups desse ecossistema ultrapassaram o total de US$ 1 bilhão, e o valor de mercado do bitcoin explodiu de US$ 1,4 milhão em 2011 para US$ 16 bilhões no início deste ano.


Leia mais em: https://verios.com.br/blog/bitcoin-a-moeda-digital-que-veio-para-ficar/

Para ilustrar, estas são algumas das áreas em que a tecnologia bitcoin pode competir diretamente com a infraestrutura existente:
  • Mercado anual de remessas: US$ 514 bilhões
  • Mercado anual de e-­commerce: US$ 1 trilhão
  • Mercado anual de pagamentos eletrônicos: US$ 2 trilhões
  • Mercado de fundos de hedge: US$ 2,3 trilhões
  • Mercado de curto prazo: US$ 4,5 trilhões
  • Mercado de ouro: US$ 7 trilhões
  • Mercado de depósitos offshore: US$ 16,7 trilhões ­
De fato, o seu potencial como “dinheiro na nuvem” e “ouro 2.0” fez do bitcoin o setor com o mais rápido crescimento nos investimentos em startups em todo o mundo. Investimentos em startups desse ecossistema ultrapassaram o total de US$ 1 bilhão, e o valor de mercado do bitcoin explodiu de US$ 1,4 milhão em 2011 para US$ 16 bilhões no início deste ano.


Leia mais em: https://verios.com.br/blog/bitcoin-a-moeda-digital-que-veio-para-ficar/

domingo, 1 de outubro de 2017