Bem Vindo

quarta-feira, 31 de março de 2010

Tambores Digitais Teia Brasil 2010 - Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura - Fortaleza













"Propomos nesta mostra de artistas e poetas, nem eruditos e nem populares, uma teia de conectar sentimentos, idéias e tendências interculturais de várias e amplas linguagens que dialogam com a poderosa e poética aranha singular da ética e da estética.Tecer e verter dela com inteligência sensivel uma trama de todo som,toda forma e toda cor, sem dor e sem drama."

Bené Fonteles
Curador da amostra
Foto:Edimar Bento



Ruptura Contradição - Tambores Digitais Teia 2010 -Centro Dragão dp Mar de Arte e Cultura










Fortaleza no mês de Março foi a Capital da Arte e Cultura e toda expressão artistica Nacional.
Foto:Edimar Bento



terça-feira, 30 de março de 2010

NA PONTA DOS DEDOS - Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e o Memorial da Cultura Cearense.











O Governo do Estado do Ceará, a Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura e o memorial da Cultura Cearense-MCC. Exposiçao Na Ponta dos Dedos, resultado do trabalho de curadoria participativa entre a equipe do Projeto Acesso do memorial da cultura Cearense, pessoas com deficiência, representantes de instituiçôes relacionadas ás ações inclusivas e artistas locais.

Tomando como ponto de partida as celebrações alusivas ao Bicentenário do nascimento de Louis Braille, a experiência cria um espaço acessível que favorece o diálogo sobre acessibilidade nos museus, a visibilidade e o fortalecimento dos movimentos politicos das pessoas com deficiência.

A exposição apresenta particularidade do universo das pessoas com deficiência visual e as distintas vias de comunicação, apreciação e integração que o museu pode oferecer em sua permanente troca com a sociedade na qual está inserido. ( folder explicativo)
29 de Outubro de 2009 a 28 de Março de 2010
Foto : Edimar Bento



domingo, 28 de março de 2010

Projeto Social - Jamac - Jardim Miriam Arte Clube - Mônica Nador












Teia Brasil Tambores Digital 2010 - Fortaleza - Ceará

Projeto JAMAC (Jardim Miriam Arte Clube) que foi criado pela artista plástica Mônica Nador, que desenvolve trabalho com jovens da comunidade do bairro da periferia da zona sul paulistana.

Eles transformam, com suas pinturas, escolas, casas e praças do bairro assim como abrem caminhos de transformação em suas próprias vidas. Para a artista plástica formada pela FAAP em 83 e que pintou sua primeira parede dentro do Museu de Arte Moderna de São Paulo, na década 90, alguns dos “meninos” entraram para o mundo da arte.

Achei uma iniciativa positiva a arte de GRAFITEIROS de São Paulo no aterro da Praia de Iracema, e documentei com fotografia o trabalho de " DOM DAVID" e seus colegas artistas, na arte de grafitar o espaço urbano.É possivel unir o grafite e o espaço urbano.
Fotos: Edimar Bento



Caso Isabella - Justiça foi Feita - Ana Carolina Oliveira

Após a sentença que condenou Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá pela morte de Isabella, a mãe da menina, Ana Carolina Oliveira, disse neste sábado que já pode retomar a vida após todos esses dias difíceis.

"Acredito que tudo o que aconteceu ontem, a condenação, foi uma resposta de que a justiça foi feita. Era o que eu esperava", declarou.
Ana Carolina disse ainda que só conseguiu dormir hoje por volta das 5h, pois estava com dor de cabeça, e acordou mal, exausta, após a semana conturbada.


Segundo ela, o desgaste emocional nesses dias foi muito grande e, por isso, não teve condições de ir ao fórum ontem (26). Sobre a sentença, Ana Carolina declarou que ainda está assimilando os fatos. "Acredito que o juiz tenha feito a parte dele, mas ainda estou em uma fase de processamento. A ficha está caindo", completou.

De acordo com a sentença, Alexandre foi condenado a 31 anos, um mês e dez dias de prisão por homicídio triplamente qualificado: por ter sido usado meio cruel, recurso que dificultou a defesa da vítima, e para garantir a ocultação de crime anterior.

Duas dessas características foram consideradas agravantes, e outras duas foram adicionadas: o fato de o crime ter sido cometido contra menor de 14 anos e pela vítima ser sua filha. Nardoni foi condenado ainda a oito meses pela fraude processual.

Anna Carolina Jatobá foi condenada a 26 anos e oito meses de prisão, também por homicídio triplamente qualificado, com as duas características agravantes e por ter sido praticado contra menor de 14 anos. Ela também foi condenada a oito meses pela fraude processual.

Cabe recurso à decisão, mas o casal não poderá recorrer em liberdade.
http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u712959.shtml
video Um Julgamento que paralisou o Brasil, audio da sentença capturado da Rede Record de Televisão.

sexta-feira, 26 de março de 2010

Caso Isabella - Um Crime Contra a Infância e o Direito de ser Feliz.
















A expectativa é que o julgamento mais esperado do País termine até a madrugada de sábado, com a leitura da decisão dos sete jurados que fazem parte do conselho de sentença. Se for condenado, o casal Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá pode pegar mais de 30 anos de prisão - o pai de Isabella está sujeito a uma pena maior do que a madrasta, por ter cometido um crime contra um descendente.

Depois de todos os depoimentos, das leituras das peças e da fase de debates, o conselho de sentença vai reunir-se para votar os quesitos e determinar o veredicto - absolvição ou condenação. Na sequência, o juiz Maurício Fossen lerá a decisão dos jurados em plenário e, em caso de condenação, estabelecerá a pena.

O casal Nardoni é acusado de homicídio doloso (quando há intenção de matar) com três qualificadoras, que podem agravar a pena final. São elas: meio cruel (asfixia); recurso que impossibilitou a defesa da vítima (jogá-la inconsciente pela janela); e assegurar impunidade de outro crime (o casal teria jogado a menina para ficar impune do que havia feito no apartamento).

Quarto dia

Alexandre Nardoni, que permaneceu quieto durante os dias de julgamento, mexendo nos óculos, pondo o dedo na boca e ouvindo atentamente as testemunhas que o acusaram de matar a filha Isabella, de 5 anos, foi interrogado ontem durante cinco horas. "Aquilo para mim foi o pior dia, perdi o que tinha de mais valioso na minha vida", afirmou o réu.

Logo que começou a ser ouvido, às 10h45, Nardoni fez um pedido ao juiz: queria virar a cadeira para depor olhando os jurados. O pai da menina atirada pela janela em março de 2008 começou o relato afirmando que a denúncia da promotoria era "falsa". O acusado descreveu o que se passou na noite do crime. Depois, chorou ao dizer que perdeu a coisa mais preciosa de sua vida. "Eu, que briguei tanto para ela (Isabella) nascer, briguei com minha sogra, que queria que a Ana Carolina (Oliveira, a mãe da menina) abortasse", afirmou.

Em seguida, o pai chorou ao contar quando recebeu a notícia da morte da menina e, pela última vez, ao descrever a menina no necrotério. Passou então a acusar os policiais que investigaram o caso de tentar obrigá-lo a confessar. Afirmou ter sido agredido no 9.º Distrito Policial (DP) e disse que o pai, o advogado Antônio Nardoni, foi vigiado por dois anos.

Ao meio-dia, começou o confronto entre o réu e o promotor Francisco José Cembranelli. O acusado passou a responder de forma monossilábica e nervoso. Chegou a ser repreendido pelo juiz Maurício Fossen. Numa dezena de perguntas, Cembranelli ouviu como resposta a frase "não me recordo". Antes de acabar de depor, às 16h20, o pai reafirmou: "Não matei. Jamais fiz isso".

Contradição

A madrasta da menina Isabella, Anna Carolina Jatobá, contradisse o marido em dois pontos durante o interrogatório. A exemplo de Alexandre Nardoni, ela nem esperou o juiz Maurício Fossen ler as acusações para explodir em prantos: "Não excelência, isso é totalmente falso."

O segundo interrogatório, que fechou o quarto dia de julgamento, começou às 16h30. Atendendo um pedido do juiz, Anna Jatobá passou a relatar o que ocorrera na noite do crime. Foi nesse momento em que Anna Jatobá contradisse o marido. Alexandre passou ou não a cabeça pelo buraco da tela cortada? Ao depor, o pai disse que não e afirmou que carregava o filho Pietro no colo. A mulher, porém, disse que viu o marido passar a cabeça pela tela com o filho no colo.

Em outro ponto de seu depoimento, ela voltou a contradizer o marido. Afirmou que viu quando Alexandre tirou a chave do bolso para abrir a porta do apartamento, quando eles chegaram com os filhos Pietro e Cauã no colo. Horas antes, seu marido havia dito aos jurados que só havia fechado a porta com o trinco.

http://opovo.uol.com.br/brasil/966313.html

quarta-feira, 24 de março de 2010

A Prefeitura de São José do Rio Preto contrata "MANÉ MAGO" para Combater a Dengue.


A Prefeitura de São José do Rio Preto, a 440 quilômetros de São Paulo, começa a combater a dengue com libélulas. Neste fim de semana, cerca de 300 mudas da planta Crotalaria juncea foram distribuídas para moradores interessados em participar da campanha para reduzir a incidência do mosquito Aedes aegypti na cidade. A ideia é que as flores atraiam as libélulas, que se alimentam das larvas e do mosquito adulto do Aedes.

As mudas estão sendo distribuídas para a população por uma equipe de 850 agentes que trabalham no mutirão para combater a doença. Além disso, a prefeitura vai plantar as crotalárias nas praças e canteiros de avenidas, pois elas também servem para fertilizar o solo. Os técnicos da prefeitura esperam que em dois meses já seja possível verificar uma possível redução da incidência do mosquito e, consequentemente, dos casos de dengue.

Mais cauteloso, o prefeito Valdomiro Lopes (PSB) diz que o uso da planta é um teste no combate à epidemia, que contaminou mais de sete mil pessoas no município somente em 2010. Além de São José da Rio Preto, outra cidade da região, Monte Aprazível, adotou a planta no fim do ano passado. Em 2010, a cidade contabilizou 11 casos de dengue.

O Cearense conhece o Libélula como " MANÉ MAGO "

http://noticias.uol.com.br/ultnot/cienciaesaude/ultimas-noticias/estado/2010/03/23/libelulas-vao-combater-mosquito-da-dengue-em-sp.jhtm

terça-feira, 23 de março de 2010

Governo do Estado do Ceará Valorizando a Prática do SKATE em todo o Estado. Projetos Sociais











Uma das mais modernas pistas de skate do País será inaugurada Hoje (23), às 19 horas, no Parque Ecológico do Cocó. A solenidade irá contar com o governador do Estado Cid Gomes, o pentacampeão mundial de skate Sandro Dias, o “Mineirinho”, e o secretário do Esporte do Estado Ferruccio Feitosa.

O skatepark do Cocó contempla 1200m² de área mix dos três circuitos do skate: Street, Rampa e Cápsulas Banks, que permitem manobras radicais em bancos, corrimões, muretas, escadas, rampas, buracos, barrancos e paredes.

Pistas de skate em 22 municípios
Além da skatepark do Cocó, outros 22 equipamentos esportivos estão distribuídos nos municípios de Maracanaú, Aquiraz, São Benedito, Camocim, Crateús, Mombaça, Quixadá, Aracati, Jaguaribe, Crato, Amontada, Maranguape, Caucaia, Juazeiro do Norte, Campos Sales, Tauá, Canindé, Limoeiro do Norte, Iguatu, Forquilha e Brejo Santo. Em Fortaleza, também será construída a pista de skate de 400m² na Vila Olímpica do Conjunto Ceará.

Ao todo, são 23 pistas de skate distribuídas entre as nove macrorregiões do Ceará, de acordo com as condições estruturais e populacionais de cada um.

De acordo com Fernando Casasco, o ‘Frewka’, diretor da FlyRamp Skateparks, o Ceará concentrará o segundo maior pólo do skate no País. “Atrás apenas de São Paulo”, revela.

Com informações da Sesporte
http://jangadeiroonline.com.br/blog-de-esportes/esporte-amador/ceara-inaugura-uma-das-mais-modernas-pistas-de-skate-do-pais/



Reforma e Recuperação de Manequim em Fibra - Mondubim - Fortaleza


No Bairro do Mondubim tem profissional dedicado em recuperação e reforma de manequim em Fibra. Fone (85) 8814-6993
Foto: Edimar Bento

Consultório Odontológico - Comunidade do Mondubim











Dr. José Maria do Nascimento, Natural de sobral , tem um consultório que atende Terça e Sexta-Feira das 8.00 ás 11.00 horas . A toda comunidade do Mondubim.Fone (85) 3296- 1565.
Foto: Edimar Bento

quarta-feira, 17 de março de 2010

Antonio Conselheiro 180 anos - Assembleia Legislativa do Estado do Ceará


180 anos de nascimento do beato Antônio Conselheiro serão lembrados na Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (17/03), às 15 horas, no Plenário 13 de Maio, em sessão solene seguida de debate. O evento está sendo coordenado pelo Instituto de Estudos e Pesquisas sobre o Desenvolvimento do Estado do Ceará (Inesp) e Memorial Pontes Neto, e atende a sugestão do deputado Cirilo Pimenta (PSDB).

Segundo o presidente do Memorial, Osmar Diógenes o objetivo é fazer um resgate da memória e do papel histórico do beato Antônio Conselheiro na organização da comunidade criada por ele nos sertões da Bahia. O movimento, à época, foi considerado anti-republicano e monarquista, informa ele. O debate vai possibilitar a discussão acerca da figura polêmica de Conselheiro dentro de uma perspectiva social e histórica. Foram convidados a participar da discussão o sociólogo Diatahy Bezerra de Menezes, o professor e escritor João Arruda, a professora Ângela Gutiérrez e Marco Antônio Villa, professor da Universidade Federal de São Carlos.

Além do debate haverá também o lançamento da cartilha produzida pelo Inesp denominada “Antônio Conselheiro: o homem, o mito”; exposição de livros, cordel, quadros e outros utensílios pertencentes ao beato, cedidos pela Memorial Antônio Conselheiro do Município de Quixeramobim; e exposição do artista plástico Audifax com o tema “Decálogo do Santo Guerreiro”. Composta por 10 estandartes, a mostra é formada por colagens de desenhos antigos e atuais com referência a outros autores e gravuras clássicas que traduzem toda a problemática do fenômeno Canudos e seus desdobramentos. As duas exposições estarão no Espaço Inesp, no térreo do edifício César Cals.

Estudantes universitários e alunos do Colégio Juvenal de Carvalho participarão dos debates. A Academia Maçônica de Letras, a Academia Metropolitana de Letras, a Academia de Letras dos Municípios do Ceará, o Instituto Histórico, Geográfico e Antropológico do Ceará e Academia Cearense de Letras também confirmaram participação.
EP/CG

Fonte: Coordenadoria de Comunicação Social
comunicacao@al.ce.gov.br

Assembléia Legislativa do Ceará - Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60170.900 - Fone: (85) 3277.2500


segunda-feira, 15 de março de 2010

Teia Brasil 2010 - Tambores Digitais - Fortaleza - Ce


Entre os dias 25 e 31 de março, Fortaleza irá sediar o maior e mais plural encontro de cultura brasileira, a Teia Brasil 2010 – Tambores Digitais. O evento, que deve reunir cerca de dois mil e quinhentos Pontos de Cultura no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, visa incorporar manifestações culturais de todas as regiões do País através de várias linguagens e atividades, e terá como destaque da sua programação a Teia das Ações (que promoverá seminários, painéis, debates), a Mostra artística (que terá apresentações de dança, teatro, circo, artes visuais, artes integradas, música, cultura popular e audiovisual) e o III Fórum Nacional dos Pontos de Cultura, momento de discussão política dos pontos, onde serão debatidos temas como a Lei Cultura Viva, que transformará os Pontos de Cultura em política de Estado.

O evento contará com a presença de diversas autoridades, como o Ministro da Cultura, Juca Ferreira; o Secretário Executivo do Ministério da Cultura, Afredo Manevy; o Secretário de Cidadania Cultural do Ministério da Cultura e idealizador do programa cultura viva e dos pontos de cultura, Célio Turino, e o Secretário da Cultura do Ceará, Auto Filho.

Esta é a primeira vez a Teia Brasil é realizada na região Nordeste. O encontro está em sua quarta edição, sendo a terceira do Fórum Nacional de Pontos de Cultura. As atividades contarão com a presença de convidados do Brasil, da África, Europa e América Latina, e com a participação de representantes de cerca de dois mil e quinhentos Pontos de Cultura conveniados com o Ministério da Cultura, Governos Estaduais e Municipais, sendo 142 do Estado do Ceará. Em todo o País, os Pontos de Cultura atingem cerca de 8 milhões de pessoas, segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

Os eventos anteriores ocorreram nos anos de 2006, em São Paulo; 2007, em Belo Horizonte; e 2008, em Brasília. A cada ano são escolhidos diferentes temas para o evento. A Teia Brasil 2010 – Tambores Digitais vai focar na comunicação e cultura digital. O nome “Tambores Digitais” é uma referência à fala do mestre TC, da Casa de Cultura Tainã (SP), que compara com a internet o instrumento usado como forma de comunicação entre culturas tradicionais.

A proposta do Encontro é consolidar a Teia como um espaço político e cultural dos Pontos de Cultura e discutir a gestão compartilhada e autonomia do Programa Cultura Viva do Governo Federal, buscando sua consolidação como política pública de Estado, através da mobilização popular e do projeto de leis sociais que está na pauta de discussões do Governo Federal.

O Programa Nacional de Cultura, Educação e Cidadania (Cultura Viva), do Ministério da Cultura, foi criado para dar instrumentos para que a sociedade, de forma pró-ativa, conquiste espaços, troque experiências e desenvolva ações de incentivo à cultura e à cidadania. O programa seleciona, através de edital público, projetos que promovam as artes, a cultura, a cidadania e a economia solidária em comunidades por todo o país. Desta parceria entre sociedade civil e poder público nascem os Pontos de Cultura, através de convênio com a Secretaria de Cidadania Cultural (SCC-MinC) e governos estaduais. No total, R$ 180 mil são repassados para cada Ponto, em três anos de convênio.

A Teia Brasil 2010 – Tambores Digitais é realizada pela Comissão Nacional dos Pontos de Cultura (CNPdC), representada pelo Instituto Cidade, em parceria com o Ministério da Cultura (MinC), a Secretaria de Cultura do Estado do Ceará (Secult/CE) e o Instituto de Arte e Cultura do Ceará (IACC).

Teia das Ações

Além da celebração do encontro dos Pontos de Cultura, a organização ressalta a importância de ter espaços de apresentações e debates dos vários temas praticados pelos atores sociais do Programa, para que conjuntamente com o público e membros das comunidades interessadas possam debater, apresentar propostas e definir estratégias para a otimização, desenvolvimento e continuidade do Programa Cultura Viva.

Os dias 26 e 27 de março estão reservados para a Teia das Ações – Conceitos e Práxis, atividades colaborativas que buscam reunir as ações do programa Cultura Viva dentro da Teia 2010. Organizada pela Secretaria de Cidadania Cultural do Ministério da Cultura, a Teia das Ações irá complementar a programação do evento, junto com a Mostra Artística e o Fórum Nacional dos Pontos de Cultura. “Como o nome já diz, a idéia é aproveitar o encontro para pensar e compartilhar os conceitos e as práticas das ações, das iniciativas premiadas e das redes que fazem parte do programa Cultura Viva. Além disso, a Teia das Ações pretende apresentar e discutir a produção dos Pontos de Cultura relacionada às ações do programa. Por fim, pretende-se elaborar estratégias e propostas para garantir a continuidade do Cultura Viva”, explica o coordenador de Comunicação da Teia, Uirá Porã.

Fórum Nacional dos Pontos de Cultura

Como parte da programação da Teia 2010, será realizada entre os dias 29 e 31 de março a terceira edição do Fórum Nacional de Pontos de Cultura (FNPdC), que busca promover interação entre os pontos e aprofundar o debate sobre políticas públicas voltadas à cultura no País, com ênfase nos Pontos de Cultura, Programa Cultura Viva e Sistema Nacional de Cultura.

Durante o último Encontro, foram aprovadas 125 resoluções específicas e 90 resoluções gerais sobre políticas públicas para a cultura. O encontro realizado em 2008 reuniu 578 participantes, entre representantes da CNPdC, do Ministério da Cultura, observadores e convidados.

Mostra Artística

A programação da Teia 2010 contará ainda com sua Mostra Artística, que terá apresentações de dança, teatro, circo, artes visuais, artes integradas, música, cultura popular e audiovisual. A organização da Teia recebeu um número recorde de inscrições para a mostra: foram 590 no total. A seleção dos trabalhos obedeceu critérios estabelecidos por uma comissão indicada pela organização do evento. Dentre os critérios estão o ineditismo dos trabalhos e a distribuição regional (uma vez que buscou-se garantir que todos os estados tivessem uma representação) dentro de cada área.

Os artistas contemplados irão receber, além do transporte e da alimentação, um cachê simbólico que é igual pra todos. Todos os Estados e regiões estarão representados neste momento da Teia. Mas a grande predominância na Mostra será de grupos do Ceará, uma vez que o Estado recebe o evento neste ano.

Serviço:
Teia Brasil 2010 – Tambores Digitais
Dias: 25 à 31 de março
Local: Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura – Fortaleza (CE)
Link:http://www.secult.ce.gov.br/noticias/fortaleza-sediara-a-teia-brasil-2010-2013-tambores-1


sexta-feira, 12 de março de 2010

Glauco Villas Boas - Cartunista - Assassinado junto com seu filho Raoni, uma tragedia sentida por todos brasileiros.














O cartunista Glauco Villas Boas, de 53 anos, e seu filho Raoni, de 25, foram assassinados a tiros ao tentar evitar um assalto em sua residência em Osasco, na Grande São Paulo, informou hoje o advogado da família, Ricardo Handro.

Glauco e seu filho foram baleados por dois desconhecidos que nesta madrugada invadiram a casa da família, localizada em um morro nos arredores de Osasco, explicou o advogado à imprensa local.


O cartunista Glauco publicava charges políticas desde 1984 no jornal "Folha de S. Paulo".


Segundo Handro, para evitar agressões à família, Glauco negociou com os assaltantes e aceitou sair com eles para retirar dinheiro do banco para que eles saíssem da casa e deixassem sua esposa e filhos livres.

No momento em que Glauco e os assaltantes saíam da residência, chegou Raoni, outro dos filhos. Ao perceber o assalto, o filho discutiu com os bandidos para impedir o roubo.


Os dois assaltantes atiraram contra Raoni e Glauco, que tentou defender o filho. Os criminosos fugiram em um veículo que tinha sido roubado horas antes.

O advogado acrescentou que Glauco morreu no local e Raoni não sobreviveu quando estava a caminho do hospital.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva lamentou o incidente. Em comunicado oficial, Lula qualificou o assassinato de "verdadeira tragédia" e "perda tremenda" a morte de ambos.

"Glauco foi um grande cronista da sociedade brasileira, entendia os usos e costumes da nossa gente e expressava isso com inteligência e humor", expressou Lula.

O cartunista, nascido em Jandaia do Sul, no Paraná, iniciou sua carreira nos anos 70 no "Diário da Manhã", de Ribeirão Preto (São Paulo). Quando trabalhava para o jornal paulista, Glauco ganhou em 1976 o prêmio do Salão do Humor de Piracicaba, o principal fórum de desenho humorístico do país.

Em 1984, Glauco começou a publicar suas charges na "Folha de S. Paulo", onde criou os personagens Geraldão, Cacique Jaraguá, Nojinsk, Dona Marta, Zé do Apocalipse, Doy Jorge, Ficadinha, Netão e Edmar Bregman, entre outros.

Seu livro "Política Zero", com 64 caricaturas de crítica política ao Governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, foi publicado em 2006.

"Fiquei triste com a notícia de sua morte e chocado com as circunstâncias inaceitáveis que também se levaram seu filho Raoni", acrescentou Lula. EFE
Leia integra:http://g1.globo.com/Noticias/PopArte/0,,MUL1527085-7084,00-CARTUNISTA+GLAUCO+E+MORTO+A+TIROS+EM+OSASCO.html
A Violência Urbana diariamente nos deixa orfãos...



terça-feira, 9 de março de 2010

Fotógrafo Marc Riboud - Espaço Cultural Unifor - Fortaleza - Ce


``Felizmente, o olhar e o coração não envelhecem e os novos encontros me rejuvenescem``, Marc Riboud


São 50 anos parando o tempo. Cinco décadas retendo instantes que ficariam gravados em imagens eternas. Em um clique, o fotógrafo francês Marc Riboud eternizou a moça que segurava uma flor de frente para uma tropa fortemente armada em plena manifestação realizada em Washington contra a Guerra do Vietnã. Aqueles segundos passados em 1967 viraram história através das lentes do fotógrafo. Há 50 anos, Riboud se especializou em reter instantes. Alguns desses segundos eternizados poderão ser vistos na exposição Marc Riboud, que será aberta hoje, às 20h, no Espaço Cultural Unifor Anexo. A mostra fica em cartaz até o próximo dia 25 de abril.

A exposição reúne as 60 fotos mais representativas dos 50 anos de carreira do fotógrafo francês, completados em 2009. Ela passeia pela versatilidade de Riboud, estampando da beleza das montanhas chinesas ao cotidiano colorido da Favela da Maré, no Rio de Janeiro, onde esteve no ano passado, em sua primeira visita ao Brasil, como convidado especial do Festival Internacional de Fotografia de Porto Alegre (FestFotoPoa).

``Prefiro confessar logo: esperei 85 anos para ir ao Brasil! Minha longa atração para com o Oriente e o Extremo-Oriente me fazia viajar mais para o leste do que para o oeste, mas a curiosidade e o desejo de conhecer outros lugares incitaram-me a aceitar o convite de Carlos Carvalho a vir ao festival de Porto Alegre``, revela o fotógrafo no catálogo da exposição.

Na mostra, o público poderá conferir ainda as imagens registradas nas diversas viagens de Riboud pelo mundo, entre os anos de 1955 e 1986. Estão ali momentos marcantes do fotógrafo na China de Mao, na União Soviética, na Índia, na independência da Argélia, no Maio de 68 na França e na Guerra do Vietnã, quando conseguiu fotografar os dois lados do conflito.

Hoje com 86 anos, Riboud é fruto de uma geração de fotógrafos franceses que fizeram dos acontecimentos mais banais do dia a dia seu projeto fotográfico. Conhecidos como ``humanistas``, eles fizeram seu trabalho sem interferir no que fotografavam, registrando apenas o que se passava na França que acabava de sair da 2ª Guerra Mundial. Em 1953, sua foto de um pintor na Torre Eiffel foi publicada na revista Life, motivando um convite de Henri Cartier-Bresson e Robert Capa para entrar na agência Magnun, onde ficou por 30 anos.

Nascido em 1923, em Lyon, na França, Riboud ganhou do pai a sua primeira câmera, uma Kodak, quando tinha 14 anos e, desde então, é apaixonado pela fotografia.

Na década de 1950, foi um dos poucos fotógrafos europeus que tiraram fotos sobre a Nova China. Ele também visitou a China várias vezes na década de 1990 e tirou fotos que refletem a mudança da sociedade após a aplicação da política de Reforma e Abertura do país.

O público também pode agendar exposições guiadas pelo telefone 3477 3239, através do Projeto Arte-Educação, que atende crianças e adolescentes pertencentes à rede pública e privada de ensino.

A mostra percorrerá seis capitais brasileiras, sendo Fortaleza a primeira do roteiro, e as demais são Brasília, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo.

Serviço: Abertura da exposição de Marc Riboud, hoje, às 20h, no Espaço Cultural Unifor Anexo. Período de visitação: de 10 de março a 25 de abril (de terça a sexta, das 10h às 20h, e aos sábados e domingos, das 10h às 18h). Entrada gratuita.
Foto:Edimar Bento
http://opovo.uol.com.br/opovo/vidaearte/960526.html



segunda-feira, 8 de março de 2010

A Origem dos Caracteres Chineses - Espaço Cultural Unifor - Fortaleza














Uma Exposição rica de conhecimento, um conhecimento milenar ao alcance do povo cearense, agradecimento ao Espaço Cultural da Unifor por essa iniciativa.

Fotos: Edimar Bento



A Escrita Chinesa - Das inscrições oraculares aos binários - Espaço Cultural Unifor - Fortaleza










aborda a história da escrita da China. A partir dela, é possível conhecer um pouco mais de uma rica trajetória, que reune desde as inscrições oraculares gravadas em ossos de animais ao registro da incorporação dos caracteres chineses na linguagem dos computadores.

Composta por 84 painéis explicativos, além de 17 peças originais( Réplicas), entre elas uma máquina de datilografar, uma baixela de bronze, cerâmicas e ferramentas gráficas utilizadas em diversos períodos.

A mostra nos leva aos tempos da pré-história, apresentando passo a passo toda a evolução da escrita chinesa, sua origem, estrutura, caligrafia e contribuições, até chegar à era da informática. Um documentário e um vídeo interativo também ilustram o universo exposto.

Fotos: Edimar Bento