Bem Vindo

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Projeto: Café & Filosofia Sesc Centro Fortaleza


O Projeto Café & Filosofia

com programação de encontros filosóficos no SESC Centro, sempre às quintas-feiras, às 18 horas. Criado em 2008, o projeto é da Biblioteca Romeu Aldigueri e tem como objetivo despertar uma consciência filosófica sobre os fatos da vida e do cotidiano, sensibilizando os participantes para uma leitura crítica da realidade, a partir da reflexão filosófica.

A entrada é gratuita.

Os encontros têm como facilitador Casemiro de Medeiros Campos, mestre em Educação pela Universidade Federal do Ceará, escritor e pesquisador.

SERVIÇO:

Projeto Café & Filosofia

Quinta-feira Horário: 18 horas

Local: Auditório do SESC Centro (R. 24 de maio, 692 – Centro)

Entrada Gratuita

Informações: (85) 3452-2114 / 2115.

Qual é o significado das eleições para a Democracia ?

Palestrante

Professor: Emilio Freitas

26 de agosto de 2010 - sesc centro Fortaleza


domingo, 22 de agosto de 2010

CUFA - CE LIIBRA - CE Vila Pery


CRIANÇA


Criança é criança em qualquer parte
Criança é criança em qualquer cor

Criança é criança em qualquer casa
Criança é criança em qualquer amor

Criança é sorriso
Criança é só riso

Criança não tem maldade
Criança não tem idade

Criança tem que ser bem conduzida
Criança merece um Final Feliz.


Edimar Bento

Os Amigos do Basquete - O.A.B - Fortaleza - Ce Cufa LIIBRA -Ce




Os Amigos do Basquete (OAB) Campeões do Circuito Cearense de Basquete de Rua. Na partida realizada, na manhã de ontem, em quadra montada na Vila Pery, o OAB aplicou 30x15 na Equpe de Sobral e conseguiu garantir o hexacampeonato. "É uma equipe menos experiente que a nossa, mas que mostrou um basquete de rua de alto nível", disse o jogador Soares, do OAB.

Com o resultado, o time OAB garantiu ida ao Rio de Janeiro, onde disputará, em setembro, as finais do Campeonato Nacional da Liga Internacional de Basquete de Rua (Liibra).A etapa estadual foi uma realização da Central Única das Favelas no Ceará (Cufa/CE), com o apoio da Prefeitura de Fortaleza e Governo do Estado do Ceará e promoção da TV Verdes Mares.

De acordo com o presidente da Cufa/CE, Preto Zezé, o basquete de rua é uma ferramenta eficaz para a integração dos jovens com o esporte e a cidadania.Centenas de pessoas lotaram as arquibancadas montadas no cruzamento das ruas Dom Henrique com Rua Eça de Queiroz, na Vila Pery, deixando a disputa ainda mais atraente e emocionante. Neste ano, o Circuito Cearense de Basquete de Rua reuniu cerca de 300 atletas vindos de todo o Estado.

sábado, 21 de agosto de 2010

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Oficina de Xilogravura - João Pedro do Juazeiro - Casa Juvenal Galeno




O Mestre ensinando sua Arte e Cultura Nordestina.

Dominio Público - Biblioteca Digital



ISSO A TELEVISÃO NÃO DIVULGA ! ! !
Uma bela biblioteca digital, desenvolvida em software livre, mas que está prestes a ser desativada por falta de acessos..
Imaginem um lugar onde você pode gratuitamente: · Ver as grandes pinturas de Leonardo Da Vinci ; · escutar músicas em MP3 de alta qualidade; · Ler obras de Machado de Assis Ou a Divina Comédia; · ter acesso às melhores historinhas infantis e vídeos da TV ESCOLA,
ARTIGOS CIENTÍFICOS · e muito mais.....
Esse lugar existe! O Ministério da Educação disponibiliza tudo isso, basta acessar o site:

http://www.dominiopublico.gov.br/

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

Casa Juvenal Galeno - Oficina de Xilogravura agosto 2010


A xilogravura é um processo de gravação em relevo que utiliza a madeira como matriz e possibilita a reprodução da imagem gravada sobre papel ou outro suporte adequado.
Para fazer uma xilogravura é preciso uma prancha de madeira e uma ou mais ferramentas de corte, com as quais se cava a madeira de acordo com o desenho planejado.
É preciso ter em mente que as áreas cavadas não receberão tinta e que a imagem vista na madeira sairá espelhada na impressão; no caso de haver texto, grava-se as letras ao contrário.
Depois de gravada, a matriz recebe uma fina camada de tinta espalhada com a ajuda de um rolinho de borracha. Para fazer a impressão, basta posicionar uma folha de papel sobre a prancha entintada e fazer pressão manualmente, esfregando com uma colher ou mecanicamente, com a ajuda de uma prensa.
Como podemos constatar, é uma técnica bastante simples e barata; por isso se presta tão bem às ilustrações das capas dos folhetos de cordel. Para termos uma idéia desta simplicidade, basta saber que os gravadores nordestinos fabricam suas próprias ferramentas de corte com pregos e varetas de guarda-chuva, por exemplo, para conseguirem diferentes efeitos no desenho.
Oficina de Xilogravura Ministrada por João Pedro Carvalho ( Juazeiro)
Casa Juvenal Galeno
Rua General Sampaio, 1128 - Centro - Fortaleza
(85) 3252-3561
info@maestriacomunicacao.com.br

Casa de Juvenal Galeno - Mês do Folclore - Agosto 2010




Construído em 1888, para ser morada do poeta Juvenal Galeno, o solar de paredes verdes no Centro passa até despercebido pelos pedestres da movimentada General Sampaio.
O prédio foi transformado pelo autor em centro cultural em 1919, sendo um dos palcos mais antigos da cultura do Ceará. Já recebeu personalidades como Rachel de Queiroz, Euclides da Cunha e Patativa do Assaré. E foi lá que Galeno quis receber a Medalha do Abolição, comenda maior do Governo do Estado do Ceará.
A casa possui dez cômodos, onde abriga um valioso acervo bibliográfico, doado por Mozart Soriano Albuquerque, além da biblioteca do próprio poeta. Juntos eles totalizam seis mil volumes. O local possui ainda dois auditórios, sendo que principal, chamado Juvenal Galeno, tem capacidade para 120 pessoas.
O centro cultural funciona como ponto de encontro de várias entidades e associações culturais e abrigando uma vasta biblioteca, que soma cerca de seis mil volumes.
Instalada na rua General Sampaio, 1128 (Centro), a Casa de Juvenal Galeno é equipamento cultural ligado à Secretaria da Cultura. Sua programação é dedicada a cultura popular, agregando mestres de cultura popular, artistas e público.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Casa Juvenal Galeno - Mês do Folclore - Fortaleza


a Casa Juvenal Galeno - centro histórico da cultura popular do Ceará - promove programação com oficinas de cordel e xilogravura, seminário sobre manifestações folclóricas cearenses, exposições e apresentações de teatro e música, com violeiros, cantadores, maracatus e peças teatrais.
Começa nesta sexta-feira, 13 de agosto, com o seminário “Quadrilhas e a Tradição Junina na Contemporaneidade”, a partir das 16h, encerrando com apresentação da quadrilha junina infantil Cai, Cai Balão.
De 16 a 19 de agosto, o poeta Paulo de Tarso ministra oficina de cordel, e o artista plástico do Cariri, João Pedro de Carvalho, oficina sobre xilogravura. Ambas ocorrem de 15h às 17 horas. Ainda no dia 18, após as oficinas, de 20h às 22h, haverá apresentação de peça teatral.
O debate sobre o folclore cearense segue nas tardes do sábado 21 com a Oficina da Associação Gnóstica de Estudos Antropológicos, Arte e Ciência (16h), o seminário 50 anos de Maracatu em Fortaleza (16h30), que é seguido de apresentação do Maracatu Reis de Paus - e sábado 28 - com o seminário "Comissão Nacional de Folclore, Comissões Estaduais e o papel do poder público e do cidadão" (16h), uma leitura e debate sobre o trabalho de Rouxinol do Rinaré (O Folclore em cordel) e encerrado com apresentação conjunta do Encontro dos Sanfoneiros Cearenses.

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Governo compra Cine São Luiz - Fortaleza - Ceará


A reivindicação de tornar o Cine São Luiz um equipamento público é antiga. Foram anos em um ritmo lento, quase parando, até a ameaça de ser vendido e, consequentemente, demolido. Era 2005, e a Fecomércio fez um contrato de 10 anos com a família Severiano Ribeiro, para manter o cinema funcionando como Sesc Luiz Severiano Ribeiro.
De cinco anos para cá, o prédio se deteriorou e precisa de uma restauração que, por lei, deveria ser bancada pelos proprietários. O Governo do Estado entrou no impasse para tentar adquirir o espaço e executar o projeto. Se a família não aceitasse, o secretário da cultura Auto Filho havia prometido entrar com um processo de desapropriação. Há um mês, as negociações começaram a avançar, e a Fecomércio rescindiu o contrato do aluguel. Desde então o cinema está de portas fechadas.
Na tarde de ontem, a peleja do São Luiz parece ter encontrado uma solução. Uma reunião no Cambeba colocou frente a frente o secretário Auto Filho, o presidente da Fecomércio Luiz Gastão Bittencourt e dois representantes da família, Luiz Henrique Severiano Ribeiro Baez e Beatriz Severiano Ribeiro de Saules. O resultado: a família aceita ceder o prédio ao Estado (o cinema mais os quatro andares sobre ele são da família; o trecho do quinto andar à cobertura já era público).
Os valores ainda estão sendo discutidos. Na avaliação feita pela equipe técnica, o São Luiz custa R$ 2.130.000. A família e a Fecomércio encomendaram uma avaliação independente, que valorou o prédio histórico em cerca de R$ 6 milhões. “Como é um prédio tombado, esse valor cai pela metade. R$ 3 milhões é um valor que se aproxima do que foi proposto pelo Governo, e eu vou levar esse número para o governador amanhã mesmo”, garante o secretário.