Bem Vindo

quarta-feira, 12 de maio de 2010

Disque-Denúncia divulga cartaz com foto de procuradora foragida no Rio de Janeiro.


A procuradora aposentada Vera Lúcia Sant'Anna Gomes, acusada de torturar uma criança de 2 anos que estava sob sua guarda, figura desde segunda-feira (11) no cartaz do Disque-Denúncia do Rio. O serviço apresenta acusados de homicídio, latrocínio, tráfico, sequestro, entre outros crimes.

Vera Lúcia está foragida desde última quarta-feira (5), quando teve sua prisão preventiva decretada. Quem souber do paradeiro da procurada pode ligar para 0/xx/21/2253-1177. O anonimato é garantido.

Também na segunda, a Justiça negou pedido de habeas corpus para a procuradora. Na última sexta (7), o advogado da acusada, Jair Leite Pereira, disse que sua cliente só irá se apresentar à Justiça após o pedido ter sido julgado.

Agressão

A criança agredida estava sob a guarda da procuradora desde 14 de março. No dia 15 de abril, após denúncia, uma equipe da Vara da Infância, acompanhada de uma juíza, uma promotora e oficial de Justiça, foi à casa da procuradora. Machucada, a menina foi levada para o hospital municipal Miguel Couto, na Gávea (zona sul). Com os olhos inchados, ela precisou ficar três dias internada.

A denúncia (acusação formal) contra a procuradora foi feita no começo de maio pelo Ministério Público, que pediu sua prisão preventiva pelo crime de tortura. Os promotores responsáveis pela acusação, afirmam que ela submeteu a criança "a intenso sofrimento físico e mental, agredindo-lhe de forma reiterada, como forma de aplicar-lhe castigo pessoal".

http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u733700.shtml
Video Denúncia:

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.